Installing Python 2 on Linux

../../_images/34435688560_4cc2a7bcbb_k_d.jpg

The latest versions of CentOS, Red Hat Enterprise Linux (RHEL) and Ubuntu come with Python 2.7 out of the box.

Para ver qual versão do Python você instalou, abra um prompt de comando e execute

$ python2 --version

However, with the growing popularity of Python 3, some distributions, such as Fedora, don’t come with Python 2 pre-installed. You can install the python2 package with your distribution package manager:

$ sudo dnf install python2

Você não precisa instalar ou configurar qualquer outra coisa para usar o Python. Tendo dito isso, eu recomendo fortemente que você instale as ferramentas e bibliotecas descritas na próxima seção antes de começar a construir aplicativos Python para uso no mundo real. Em particular, você deve sempre instalar o Setuptools e o pip, já que isso facilita muito o uso de outras bibliotecas Python de terceiros.

Setuptools & Pip

Os dois pacotes de Python de terceiros mais cruciais são setuptools e pip.

Uma vez instalado, você pode baixar, instalar e desinstalar qualquer produto de software Python compatível com um único comando. Ele também permite que você adicione esse recurso de instalação de rede ao seu próprio software Python com muito pouco trabalho.

O Python 2.7.9 e posterior (na série python2) e o Python 3.4 e posterior incluem pip por padrão.

Para ver se o pip está instalado, abra um prompt de comando e execute

$ command -v pip

Para instalar o pip, siga o guia oficial de instalação do pip - isso instalará automaticamente a versão mais recente do setuptools.

Ambientes virtuais

Um Virtual Environment (Ambiente virtual) é uma ferramenta que permite guardar as dependências de projetos diferentes em lugares separados criando um ambiente virtual Python para cada um deles. Isso resolve problemas como “O projeto X usa uma biblioteca na versão 1.x mas o projeto Y usa essa mesma biblioteca mas na versão 4.x” e mantém os seus pacotes instalados na pasta site-packages global limpa e organizada.

Por exemplo, você pode trabalhar em um projeto que usa o Django na versão 1.10 enquanto também poderá trabalhar em um outro projeto que use o Django mas na versão 1.8.

Para começar a usar isso e ver mais informações: documentação Ambientes Virtuais.

Você também pode usar virtualenvwrapper para facilitar o gerenciamento de seus ambientes virtuais.


Esta página é uma versão remixada de outro guia, que está disponível sob a mesma licença.